Rover da NASA encontrou uma "bola de canhão" em Marte

167

Pesquisadores estrangeiros dizem que a suposta bola de canhão foi lançada durante uma antiga guerra marciana.

A busca por evidências reais e cientificamente comprovadas de vida extraterrestre é contínua. A ciência já chegou bem perto e descobrir rastros químicos e outros indícios que poderiam sugerir a existência de vida em algum lugar além da Terra.

Alguns observadores de Marte acreditam ter descoberto uma nova evidência, que está na forma de uma "bala de canhão". O objeto de forma estranha foi capturado pela câmera do rover Curiosity na superfície empoeirada, rochosa e vermelha de Marte. É uma bola, e parece completamente fora de lugar. Uma esfera ornamental azulada localizada no topo de um mar de vermelho. Os pesquisadores estrangeiros dizem que é uma bola de canhão, lançada durante uma antiga guerra marciana. A NASA, como você poderia esperar, diz que eles são loucos.

Existem várias teorias da conspiração relacionadas com o planeta Marte. A NASA faz a captura de muitas fotos do planeta com seus vários rovers e orbitadores e, em seguida, divulga essas imagens para o público. Quando isso acontece, os astrônomos amadores e os caçadores alienígenas sempre encontram algum tipo de "evidência" que sugere que Marte já foi habitada por uma civilização alienígena. A NASA sempre tem uma explicação para esses avistamentos, mas os teóricos retomam com suas conspirações de alienígena em Marte.

A "bala de canhão" vista pela Curiosity é mais um tópico muito interessante para o debate, e os defensores da conspiração dizem que não há como tal objeto pudesse existir no planeta vermelho, a menos que alguma civilização inteligente fosse responsável por sua criação. A NASA diz que isso é apenas um monte de conversas estranhas.


					
					

Explicação da NASA

A NASA está muito familiarizada com as estranhas esferas, e esta não é exatamente a primeira vez que os cientistas as detectaram na superfície. Elas são tão comuns que a NASA tem um apelido para eles, mirtilos é um deles. De acordo com a agência espacial, os objetos peculiares são o resultado de um fenômeno natural chamado concreção, em que minerais se reúnem e endurecem dentro da rocha encharcada de água. Tomando formas parecidas com bolhas, são mais resistentes à erosão do que a rocha circundante, e quando esse material se afasta, as estranhas esferas coloridas são deixadas para trás.

FONTES

www.000webhost.com