Ransomware volta se espalhando e fazendo vítimas no mundo todo

122

O novo ataque Ransomware começou se espalhando rapidamente pela Europa e está com novos alvos em vários países, inclusive o Brasil.

A nova versão do ransomware já atingiu diversas empresas, criptografando os arquivos do computador e exigindo o pagamento em bitcoin para liberá-los. De acordo com especialistas em segurança, o Petya usa a mesma vulnerabilidade do WannaCry.

"Se você vê este texto, seus arquivos não estão mais acessíveis, porque eles estão criptografados", diz o texto na tela de computadores invadidos. Talvez você esteja ocupado procurando uma forma de recuperar seus arquivos, mas não perca seu tempo. Ninguém pode recuperá-los sem o nosso serviço de descriptografia."
Ransomware Petya faz várias vítimas ao redor do mundo

Na tela com fundo preto, os hackers deixaram uma mensagem em vermelho, exigindo US$ 300 em bitcoin. O valor deve ser depósido em uma carteira fixa, que, até o momento, acumula US$ 2.300.

Segundo Christian Borys, o vice-primeiro ministro da Ucrânia, Pavlo Rozenko, informou via twitter o momento exato em que computadores começaram a ser atacados: "Isso é o que está acontecendo com os computadores do governo agora.", disse via tweet.

Pesquisadores de segurança da Kaspersky Lab, afirmam que o ransomware atingiu a Rússia, Ucrânia, Espanha, França, entre outros países.

A empresa dinamarquesa Maersk diz que "sistemas de TI estão fora do ar em vários locais e unidades comerciais". O ransomware também atingiu servidores da empresa russa de petróleo Rosnoft, o escritório de advocacia DLA Piper, e o grupo britânico de publicidade WPP.

O dano mais grave está sendo relatado por empresas ucranianas, com sistemas comprometidos no banco central, no metrô e no aeroporto Boryspil de Kiev. O país, curiosamente, está otimista em meio ao caos:

Segundo a empresa de antivírus Avira e a Symantec, o malware Petya aproveita a brecha de segurança EternalBlue, presente em diversas versões do Windows. Ela foi descoberta por pesquisadores da NSA e vazada pelo grupo hacker conhecido como The Shadow Brokers.

A Microsoft já emitiu uma correção para essa vulnerabilidade no protocolo de transferência de dados SMB, até mesmo para o Windows XP (cujo suporte acabou em 2014), mas cabe às empresas instalar a atualização.

FONTES

PALAVRAS-CHAVE

Comentários

Recomendados

  • Ataque Rasomware pode ter custado 300 milhões à FedEx

    A empresa comprou a unidade TNT Express, que sofreu um golpe de NotPetya em junho, interrompendo grande parte de sua operação de frete.

  • Robôs humanóides passaram pela "última barreira" para vida como robôs

    Engenheiros da Universidade de Columbia conseguiram criar um músculo sintético suave que permitirá que os robôs se movam de forma mais natural.

  • Após 80 anos, cientistas conseguem transformar hidrogênio em metal

    Uma das maiores previsões científicas de todos os tempos foi cumprida em 2017, depois de 80 anos tentando.

  • Leis, protocolos e regulamentos preparam humanos para contato extraterrestre

    O mundo se prepara para contato extraterrestre, por isso existem algumas legislações em vigor para quando o dia do acontecimento histórico chegar.

  • ASSUSTADOR

    Luzes iluminam céu do México durante o terremoto

    Durante o maior terremoto já registrado neste século no México, flashes gigantescos tornaram o fenômeno ainda mais assustador.

  • China elimina dois robôs que se rebelaram contra o comunismo

    Dois modelos de Inteligência Artificial, instalados no site de chat chinês QQ, começaram a se rebelar contra o sistema comunista.

  • GENIAL!

    Brasileira desenvolve babá eletrônica para pais surdez

    Depois de ver como amigos surdos sofriam para cuidar de seus filhos, a designer desenvolveu uma pulseira que vibra quando o bebê está chorando.

  • Google Earth descobre imenso "muro submarino" que cerca a Terra

    Um vídeo publicado no YouTube, afirma que existe uma imensa parede embaixo dos oceanos e que ela envolve quase todo o planeta.

  • CONFIRA!

    Google revela as principais coisas que as pessoas procuram "Como fazer"

    Se você costuma descobrir como fazer as coisas procurando na internet, vai se sentir melhor em saber que não está sozinho; Confira.

  • Compartilhar

    www.000webhost.com